Matéria

  • Home /
  • A pequenês do beija-flor. Brasil nossa pátria nosso orgulho

A pequenês do beija-flor. Brasil nossa pátria nosso orgulho

A pequenês do beija-flor. Brasil nossa pátria nosso orgulho

A fábula citada, a pequenez do beija flor, faz alusão ao que necessitamos fazer para contribuir no avanço social e econômico de nossa pátria.

É imperativo a união dos patriotas, para eliminar do contexto mergulhado no tumulto e obstáculos que emperra o crescimento de nossa nação.

A fábula citada, em síntese, alude que um grande incêndio abateu sobre a floresta. Os animais como o leão, zebras, elefantes e outros põem-se a correr, fugindo do incêndio. O leão se espantou quando viu o pequeno beija flor indo e vindo várias vezes a área do incêndio e indagou o leão!!

Foge beija flor, a floresta está pegando fogo! O beija flor respondeu, estou indo apagar o incêndio. —moral da história—mesma que seja pequena, faça a sua parte.

O Brasil precisa de todos nós. Neste particular é bom lembrar JFK, presidente e ídolo dos americanos: “Estamos diante de uma nova fronteira. A fronteira do que falo não é um conjunto de promessas, e sim um conjunto de desafios”—não espere o que seu país pode fazer por você, mas sim o que você pode fazer para o seu país—.

No Brasil, lembro Caxias Luiz Alves de Lima e Silva, patrono de nosso exército na guerra do Paraguai, batalha de Itororó ‘’’sigam-me quem for brasileiro’’

Vamos a Inglaterra, Winston Churchill, ministro e ídolo inglês, “o pessimista vê dificuldade em cada oportunidade, o otimista vê oportunidade em cada dificuldade’’.

Vamos a Grécia, o rei Leônidas e seus 300 espartanos, se as flechas do inimigo cobrir o sol, combateremos na sombra. Frase como essas, e outras convergentes, fizeram a diferença no passado.

Cada um cumprindo o seu dever, respeito e responsabilidade caminham juntos.

Simples assim, vaga do idoso, é do idoso. Do deficiente é do deficiente.

Sinal vermelho, pare. Linhas paralelas e contínuas, não ultrapasse.

Nos transportes públicos, de preferência de assento aos mais velhos.

Participe de todos os atos públicos para um país decente, não fuja de suas responsabilidades.

Em breve retrospectiva de minhas notas anteriores, lembro assuntos de nossas responsabilidades. 
Inicialmente atravessamos o rubicão com quase 60.000 milhões de patriotas, soldados heróis, cuja missão foi sanear os problemas de corrupção existentes, bem como fazer cumprir o peso da lei aos que estão à sua  margem, seguiu-se, o deslumbrar para uma nova visão, ao receber à alforria que libertou a economia e o social das garras do poder maquiavélico até então reinante. 

Por último, o sonho esperado, o liberalismo econômico.

O governo Bolsonaro, sua brilhante equipe, continuam rumo ao desenvolvimento, quer nas áreas internas ou externas os planos estão sendo executados.

O governo está fazendo o que esperamos dele, a nação precisa crescer. Neste cenário precisamos prestigiar, aplaudir, contribuir, incentivar, criar ambiente de progresso, de festa, de alegria e de respeito, patriotismo acima de tudo. o Brasil é a nossa casa, queremos uma casa limpa, saneada com o lema de nossa bandeira, ordem e progresso.

Por fim, faça você como o beija flor, apenas uma pequena contribuição contra os malfeitores e inimigos da nação, cito quando possível declina das compras de produtos dos anunciantes da rede Globo, não deixe que ela entre em sua casa.

Ela se tornou declaradamente um inimigo de nossa pátria. Assim você contribuirá para um Brasil ocidental, próspero, limpo e colorido de verde amarelo.

Leonildo Carvalho
Graduado em Economia de Empresa (PUC-SP). 
Economia para Executivo (Getúlio Vargas - Lato Senso). 
Pós graduação em Economia de Empresa (PUCC - Lato Senso).

Sonho mais do que possível. Louvemos o Senhor

"Brasil acima de tudo Deus acima de todos"

Tags: politica


Artigos Relacionados

Adicionar comentário


Vinhedo, SP

Rua São Thomé, 58 Santa Claudina,
CEP 13.280-000

Número de Telefone

+55 (19) 3876-6989

Fampage