Matéria

  • Home /
  • Transformando preconceito em conceito

Transformando preconceito em conceito

Transformando preconceito em conceito

Nos últimos anos aumentou significativamente o número de instituições especializadas no cuidado com os idosos, reflexo do envelhecimento populacional, um fenômeno global que está associado ao aumento da expectativa de vida das pessoas e da redução nos índices de natalidade. 

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o número de idosos no Brasil cresceu 50% em apenas uma década, dados divulgados em 2017. 

Diante desse cenário as Instituições de longa permanência para idosos (ILPIs) são indispensáveis para atender essa demanda de pessoas que necessitam de cuidados integrais e que normalmente estão inseridas em um núcleo familiar com filhos cada vez mais atarefados com demandas exaustivas de trabalho, netos ainda crianças que requerem atenção integral dos pais. Com esse cenário a terceirização dos cuidados com o idoso acaba se tornando inevitável. 

O nosso maior desafio hoje é a conscientização com relação as mudanças que as ILPIs tiveram ao longo dos anos. Trata-se de um serviço que ainda sofre muito preconceito devido os antigos asilos existentes em nosso país, que eram lugares extremamente frios, de pessoas sem vínculo familiar, ociosas, verdadeiros depósitos de pessoas que não tinham mais nada a oferecer para sociedade. Hoje vivemos uma realidade completamente diferente, as instituições têm aproximado cada vez mais a família do processo de cuidado. Concentramos uma equipe multidisciplinar composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, cuidadores, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, nutricionistas entre outros profissionais com o único objetivo de promover saúde e bem-estar. Dessa forma podemos mostrar aos familiares e a sociedade que os idosos têm sim muito a oferecer, que mesmo com as limitações físicas e psíquicas eles são capazes de produzir, de sentir e de compartilhar, pois possuem uma sabedoria vivida e não aprendida. 

Hoje promovemos em nossa instituição passeios ao cinema, teatros, muitas vezes saímos para desfrutar de um simples café da tarde em uma padaria tradicional e com essas atividades podemos vivenciar uma transformação no comportamento do idoso. A instituição possui ambientes aconchegantes como os de uma casa comum, alem de uma área de jardim que permite contato com natureza. As visitas podem ocorrer sem restrições de dias ou horários e as festas promovem um momento de confraternização entre os idosos e familiares fortalecendo o vínculo. 

Carla Dias 
Enfermeira | Esp. Docência  em enfermagem
Sócia-administradora da Casa da Sabedoria
Acompanhamento médico e nutricional - Oficinas recreativas - Passeios e atividades externas  Área protegida MEDICAR (UTI móvel 24 horas)  Movimento vital - atividade física adaptada  Terapia ocupacional - Cuidados 24 horas - Circuito interno de monitoramento
Rua Condessa do Pinhal, 611 - B. Geraldo | 2139 -7929 | 2139-7932
www.casadasabedoria.com.br

Tags: Serviço


Adicionar comentário


Vinhedo, SP

Rua São Thomé, 58 Santa Claudina,
CEP 13.280-000

Número de Telefone

+55 (19) 3876-6989

Fampage