Matéria

  • Home /
  • Atravessando o Rubicão

Atravessando o Rubicão

Atravessando o Rubicão

Sim, apesar do termo estar no gerúndio, atravessamos sim. Termo esse, comumente usado nos campos das ideias, expressa uma iminente e imperiosa decisão.

Lá pelos anos 50 a.C., aproximadamente, o Consul Romano, Cesar Augusto, membro do Triunvirato Romano, lançou-se e vitorioso foi à conquista da Galia, (território Gaules), assim chamados de bárbaros, aqueles que estão além dos limites da fronteira romana.

Cesar, ao retornar de suas conquistas, necessariamente precisava passar pela fronteira, cujo rio que a divisava tinha o nome de Rubicão.

A decisão de ultrapassar o Rubicão, transgredindo a lei do Senado que determinava o licenciamento das tropas toda vez que o general de Roma entrasse na Itália pelo Norte significava o combate, o fim da orgia social e da corrupção e seus valores éticos nos quais Roma, o centro do poder, estava mergulhada. O caos econômico, político e social imperava (qualquer semelhança com os nossos dias não é mera coincidência, com as devidas proporções, é claro!).

Voltando à Galia, lá havia um líder por nome de Vercingetorix. Por aqui temos Lula, e ambos caíram. O primeiro, defendia o seu território, sua gente, portanto, era um combatente. O segundo, defendia um projeto de poder, bem avermelhado, portanto, um combatido.

Lá havia um comandante, Cesar, o conquistador. Por aqui temos um capitão de nome Jair Bolsonaro, que sob o comando da verdade e um exército verde e amarelo, ATRAVESSOU O RUBICÃO. Qual o proposito dessa grande decisão?
Sanear os problemas de corrupção intrínsecos no cenário político, econômico e social, bem como fazer cumprir o peso da lei, aos que dela se declinarem.

Por fim, eliminar a orgia da corrupção, tão presente em nosso meio político. Prisão para aqueles que assolaram o nosso patrimônio financeiro, moral e econômico.

Iniciaremos uma nova fase, a fase da verdade, do trabalho, do respeito, do desenvolvimento econômico e social.

Esperamos que não apareça ou que venha a emergir a famigerada expressão ATÉ TU BRUTUS. Não! Torçamos e invoquemos João 8.32 (conhecereis a verdade e a verdade vós libertará) e que prevaleça o slogan da vitória.

“Brasil acima de tudo Deus acima de todos“

Leonildo Carvalho
Graduado em Economia de Empresa (PUC-SP). 
Economia para Executivo (Getúlio Vargas - Lato Senso). 
Pós graduação em Economia de Empresa (PUCC - Lato Senso).

Tags: Política


Artigos Relacionados

Adicionar comentário


Vinhedo, SP

Rua São Thomé, 58 Santa Claudina,
CEP 13.280-000

Número de Telefone

+55 (19) 3876-6989

Fampage